1962

Vive-se o Estado Novo, Presidente da República o Almirante Américo Thomaz. Preside ao Conselho António de Oliveira Salazar. O poder político encontra-se entregue à União Nacional. O país está em guerra pela defesa de territórios longínquos e de ideais ultrapassados. A liberdade de expressão é limitada, o clima é de opressão. A taxa de analfabetismo em Portugal ronda os 30%. Os isque ...

Ler artigo completo