Algo que sempre me fascinou na internet é sua relação com os hobbies e com as ditas fandoms. Enquanto antes os hobbyistas do mundo, seja da carpintaria ou do Lego, estavam separados em comunidades locais, em que a maior parte praticava a sua arte sozinho ou em pequenos grupos com contacto com novidades através de lojas ou revistas, hoje, seja qual for a série obscura dos anos 90, a var ...

Ler artigo completo