Vamos começar por imaginar o seguinte: hoje, depois de um longo e desgastante dia, o caro leitor chega a casa e liga a sua televisão ou o seu computador. Está agendado um anúncio importante do Primeiro-Ministro, por isso sintoniza no respectivo canal. E é então que houve as seguintes palavras, proferidas pelo Chefe de Governo: “A partir de amanhã, as notas de 10€, de 20€ e de 50€ são ilegais, p ...

Ler artigo completo