Recentemente, chegou à Assembleia da República um documento que propõe aos deputados a rejeição de qualquer proposta no sentido de apoiar a morte medicamente assistida. Os assinantes do Manifesto Anti-Eutanásia parecem estar empenhados em confundir as pessoas e colocam em confronto direto o Estado Português e a Declaração Universal dos Direitos Humanos.

Na realidade, não há conflito alg ...

Ler artigo completo