Mr. Wasilewski. O polaco mais bonacheirão que conheci.

A primeira coisa que me pediu quando acompanhei a equipa de cirurgia ao seu leito na semana prévia à sua intervenção foi um conjunto de cinco folhas em branco e uma esferográfica (sim, especificamente uma esferográfica e não uma caneta, como frisou). E perante a presença de toda a equipa, em plena descrição pormenorizada do procedim ...

Ler artigo completo