No passado mês, o Sr. Presidente da República, Aníbal Cavaco Silva, vetou dois decretos, um relativo à adoção por casais homossexuais e outro à interrupção voluntária da gravidez. Um ato polémico que, sem dúvida, suscitou, como é natural neste género de questões sociais, discussão. No entanto, pareceu-me que a discussão incidiu, infelizmente, mais na adoção por casais homossexuais do que no abo ...

Ler artigo completo